Crédito, Economia e Política andam lado a lado.

          Longe de querer me intrometer nos assuntos do meu colega Ubiratan Lima, cuja coluna nessa revista trazem sempre matérias cirúrgicas, precisas e impecáveis, atrevo-me a alertar aos profissionais do crédito sobre a importância em manterem-se atualizados sobre toda e qualquer notícia acerca de economia e política.

          Costumo dizer que a análise de crédito não é uma ciência exata, e que seu sucesso ou fracasso estão intimamente ligados à capacidade (ou incapacidade) de adaptação de seus profissionais.

          Tal adaptação pressupõe estar MUITO BEM informado acerca das tendências econômicas e políticas.

          Ouso afirmar que de 20% a 30% do tempo do trabalho do profissional de crédito deve necessariamente ser destinado à leitura e acompanhamento de economia e política, pois disso depende o sucesso de suas decisões diárias.

          Determinadas circunstâncias podem exercer influência num sentido mais ou menos conservador, variando de acordo com as avaliações dos profissionais de mercado, das fontes de notícias e das críticas do próprio analista de crédito.

          Por exemplo, temos percebido ultimamente um certo aumento nos índices de inadimplência, seja das pessoas físicas ou jurídicas. É certo que as origens desta inadimplência têm ligação direta com os cenários econômico e político pelos quais o país (e o mundo) atravessa.

          Será que esses cenários já não poderiam ser “previstos” com certa antecedência?

          De novo, não é assunto de meu domínio, portanto prefiro não opinar. Mas se tivéssemos lido com atenção somente à coluna do meu colega Ubiratan, muito do que está acontecendo hoje já “estava escrito” há meses em suas matérias. Bastava ter o mesmo olhar crítico e investigativo que temos para analisar um novo cliente.

          Além das colunas, matérias e notícias importantes da própria INFOCREDI360, sugiro ao analista de crédito que se mantenha atualizado com questões de ordem política (sim, eu entendo, é chato), que são de suma importância para a qualidade de nossas decisões.

          Fontes importantes de informação são o site do Bacen (com sua agenda BC#), Blogs, Vlogs e Colunas de consultorias renomadas.

          Tome cuidado, porém, com fontes de informação com viés político-ideológico, pois invariavelmente a ideologia pode vir a sobrepor os fatos.

          No mais, lembrem-se que nossos processos devem ter como principal característica sua capacidade de readequação ininterrupta, pois os cenários econômico e político são dinâmicos e voláteis, exigindo de nós atualização permanente.

          Boa sorte!

Rogério Castelo Branco

Rogério Castelo Branco

28 anos de carreira em gestão de recebíveis.

Caso tenha gostado do artigo, compartilhe com sua rede de contatos:

Ajuda com a gestão da sua Securitizadora, Factoring, FIDC ou ESC?

Conheça nossa consultoria, treinamentos e mentoria. São 28 anos de experiência.